Jane vs. Lightman

by

Sorte sua seu chefe não é como eles

Menos ação e mais investigação. Os seriados foram mudando com os anos e hoje em dia parece que o que realmente atrai audiência hoje é a inteligência, e não a força. Os seriados “oitentistas” como Esquadrão Classe A e Super Máquina deram espaço à séries mais estilo CSI, Law & Order, Monk, etc.

E é exatamente bebendo da fonte de Monk que surgiram dois dos seriados que mais fazem sucesso hoje em dia. São eles The Mentalist (Warner Channel) e Lie To Me (Fox). O carro chefe aqui é a inteligência e a capacidade de enxergar a verdade onde nós, simples mortais, dificilmente conseguiríamos.

O figurão em The Mentalist é Patrick Jane – vivido pelo australiano Simon Baker – um homem com a percepção aguçada que, depois de ter sua esposa e filha assassinadas, vai trabalhar com consultor na polícia da Califa. No seriado ele é o cérebro que resolve os casos por conseguir enxergar o que os detetives não enxergam. Marcas, ambiente, traços, atitudes e reações são algumas das evidências que nunca passam despercebido por Jane.

Tão brilhante quanto ele – se não mais – é o Dr. Cal Lightman, vivido pelo britânico Tim Roth. Lightman não é um galã como Jane, mas por ser um psicólogo especialista em “body language” e microexpressões. É do tipo de cara que você não iria querer como pai, chefe ou, sei lá…nem mesmo como amigo. Sabe quando você ganha um presente que não gostou, mas finge que adorou? Bom, ele saberia que você está mentindo.

Ao observar os músculos faciais, transpiração, respiração, movimento dos olhos e outras coisas, Dr. Lightman lê emoções e consegue dizer se a pessoas está, acima de tudo, falando a verdade ou não, sendo assim ajuda a polícia a desvendar casos e chegar nos verdadeiros culpados.

Os dois seriados são interessantes mas eu, particularmente, estou mais seduzido por Lie To Me. Ainda que exagerado, o programa é sobre expressões e reações que todos nós temos.

Agora, a pergunta que podemos levantar: por que as pessoas se interessam mais por shows que destacam a inteligência hoje em dia? A audiência está mais inteligente ou – como diria meu terapeuta – buscamos na arte aquilo que não temos na vida real, no caso, inteligência?

Anúncios

Tags: ,

2 Respostas to “Jane vs. Lightman”

  1. Danny Palmeira Says:

    Good question!!! I think it can be both. I love these kind of TV series. \o/

  2. Nancy Says:

    Gostei das questões levantadas!

    Bastante reflexivas!

    Sobre leitura corporal/facial, penso dois aspectos:

    1. Qualquer coisa que se detecte em outro ser humano, se for para melhoria de algum relacionamento, que seja com base no verdadeiro, mesmo que com o chefe, pai, mãe ou qualquer relationship. Não acredito nos disfarces como positivos. Claro, há os momentos em que a ‘persona’ atua no dia-a-dia. Porém, gosto muito da transparência (com respeito e naturalidade).

    2. Através da leitura corporal/facial acredito que pode-se ‘imaginar’ o que o outro está sentindo ou imaginando…ou mentindo…Pela identificação, pela intuição, por conhecimentos técnicos, etc, porém não há nenhuma evidência concreta ou comprovação irrefutável de que essa ‘leitura’ seja a mais pura verdade. Eu, pessoalmente, prefiro confirmar o que suspeito com o próprio interessado. Ou ‘lido’ (rs…)

    Questiono se buscamos na arte uma inteligência que não possuímos, ao contrário, penso que podemos lapidar mais nossa inteligência, acompanhando casos, pesquisas, reflexões, raciocínio lógico, concatenações, superposições, seriações, etc.

    Ágata Christie já fazia sucesso com seus mistérios desvendados, não?
    Imagino que retornamos à inteligência, com sensibilidade e ética!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: