Social Media + Internet + Avatar = 1 bilhão de dólares

by

James Cameron está pulando de alegria. O impacto de seu filme, dentro e fora dos cinemas, é impressionante. Mais impressionante ainda agora, depois de todas as análises mercadológicas feitas sobre a película. Não estou aqui para dizer se o filme é bom ou não, mas analisar a convergência de mídias a qual o projeto de Cameron, que durou 17 anos para ficar pronto, criou.

Os irmãos mais velhos dos Smurfs com certeza sabem fazer dinheiro

A ideia não é nova. Muitos filmes já se apoderam das táticas de guerrilha para divulgar/expandir suas qualidades (uma das boas estratégias está presente também no filme do Sherlock Holmes, em que o site criava charadas que aos poucos iam se desvendando, conforme a estreia do filme se aproximava), mas é a primeira vez em que um blockbuster se apodera de todas as formas de mídia online e toma de assalto a internet. Vejamos a seguir:

A base: Facebook, MySpace e Twitter

Sim, concordo com você, são mídias já manjadas e que todos se utilizam. A diferença aqui é que, até o lançamento do filme, a conta no twitter era retuítada por todos os seus 18.000 seguidores, atingindo um público de mais de 100 mil usuários. Mais impressionante ainda é a página criada no Facebook, que tem nada menos do que 700 mil “asseclas”. Ainda mais agora, em que o Facebook se mostra uma ferramenta imprescindível para empresas se conectarem com seus clientes, por conta de seu serviço push, todos os usuários que são fãs da página recebem automaticamente atualizações e informações ao mesmo tempo que a imprensa.

Reinventando o trailer

Avatar é o primeiro filme a integrar, completamente, seus trailers e a internet, de forma que toda uma expectativa foi criada. A fórmula do sucesso nada mais foi do que juntar todas as outras que deram certo (fica aqui aquela impressão de “ah, poderia ter pensado nisso, que simples!”.

Começando com o trailer via Apple, 4 meses antes do lançamento do filme. A expectativa foi tão grande que os servidores se entupiram de usuários e criou-se aí ainda mais buzz. Um mês depois, um segundo trailer, mostrando mais do mesmo, desvendando um pouco mais e deixando todos com mais vontade. Para melhorar, alguns fãs resolveram juntar ambos os trailers, montarem mash-ups (juntarem trailers de filmes diferentes, criando uma nova história). Tal atitude, vinda dos consumidores e não da empresa, fizeram com que a marca automaticamente se beneficiasse.

Mas o que realmente chamou a atenção, nesse mundo “visual” foi o lançamento de um terceiro trailer, interativo (através do download do mesmo – criado em Adobe Air), que permitiu a todos receberem novidades sobre a produção, bem como pedaços novos do trailer, tornando-o um aplicativo interessante e gerando mais mídia ainda para o filme, que nem havia ainda sido lançado.

Facebook e webcast na MTV

"Ei, Cameron, num quer dividir um pouco do teu lucro comigo, não?"

"Ei, Cameron, não quer dividir um pouco do lucro do filme comigo, não?"

No dia 3 de dezembro, no site americano da MTV, patrocinado pela LG e hosteado pelo Facebook, um webcast chamado de “Avatar Live”, onde o diretor James Cameron, o produtor Jon Landau, os atores Sam Worthington e Zoe Saldana foram entrevistados pelo apresentador Josh Horowitz, com perguntas feitas pelos usuários do Facebook, dias antes.

A entrevista de 30 minutos foi a maior já feita, via internet, entre consumidores (fãs) e pessoas envolvidas com um filme. Respostas de diretores e produtores normalmente são raras em pré-produções, assim como envolver ambos de uma só vez. O único diretor a ter se utilizado da internet, até o momento, havia sido Peter Jackson, durante a produção dos longas “O Senhor dos Anéis”, em que quase diariamente um vídeo novo era postado, mostrando o backstage das produções. A grande sacada desta produção é que, além de deixarem os fãs mais excitados com o lançamento do filme, trouxe a informação sobre o mesmo para consumidores da MTV que talvez não sabiam sobre o que ele se tratava. Mais fãs para a base. Mais potenciais consumidores. Mais expectativa de lucro.

Reproduzir o lançamento do filme ao vivo pelo uStream

Esta estratégia talvez não tenha ligação direta com o lucro obtido no lançamento do filme, mas com certeza, após a cobertura da imprensa, gerou em pessoas ainda sem conhecimento sobre o filme o pensamento de “Que estranho, estão falando do lançamento de um filme, ok. Mas qual o intuito de mostrar isso ao vivo? Será que o filme é algo completamente insano e eu não sei nada sobre isso? Em que planeta eu vivo? Bem, deixa eu ir procurar sobre o que é isso aqui no meu celular antes que as pessoas ao meu lado entendam essa minha cara de ponto de interrogação.”

A sacada aqui, no caso, foi a utilização do MySpace para a veiculação das informações, atingindo um público que talvez tenha sido perdido através do Facebook. Por conta da estreia do carpete vermelho ter se dado uma semana antes do lançamento propriamente dito, aumentou-se ainda mais a informação boca-a-boca (neste ponto eu acho que até monges tibetanos já estavam sabendo deste filme).

James “money” Cameron volta ao mercado cinematográfico ganhando mais dinheiro do que se esperava, mais dinheiro do que ele provavelmente precise. Enquanto escrevo este texto, recebo a mensagem de um amigo dizendo que o filme já é hoje o segundo maior filme da história em termos de lucro, ficando apenas atrás de Titanic. Adivinha quem foi o diretor desse?

Anúncios

Tags: , , , , , , ,

Uma resposta to “Social Media + Internet + Avatar = 1 bilhão de dólares”

  1. 3D morreu. « Blog da Pimenta Says:

    […] é verdade), faz jus à realidade. Desde a estréia e popularização de Avatar (comentados aqui e aqui), que recebeu 71% de sua renda total advindas de projeções 3D, a procura pelas projeções […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: