Guaraná Jesus arrebanha fiéis

by

Você deve conhecer a história. Farmacêutico inventa, por acaso, uma bebida carbonatada, com cafeína na formula. O que era pra ser um remédio vira um refrigerante. Aos poucos, a bebida de gosto singular e nome idem vai conquistando adeptos, até se tornar uma grande corporação, uma marca valiosa e com fãs-clubes espalhados por aí.

Já matou, né? Senão, mais uma dica: a bebida em questão é cor de rosa!

Complicou? Vamos esclarecer o assunto.

Estou falando do Guaraná Jesus, bebida maranhense que virou um case discutido em faculdades, palestras e empresas. Uma daquelas marcas que conseguem um lugar cativo no gosto do consumidor – e não sai de lá nem quando têm que encarar os milhões gastos em marketing por um concorrente mastodôntico.

Provei o Guaraná Jesus há pouco, cortesia de um aluno maranhense que me trouxe uma garrafinha de São Luís. Aliás, nunca encontrei Jesus por aqui (com perdão do trocadilho). A bebida é doce. BEM doce. E tem um fundinho de cravo e canela. Diferente das “tubaínas” encontradas em profusão pelo Brasil, ele foge do místico “tutti fruti”. Talvez por isso, enquanto a maioria das tubaínas foi extinta, o Jesus não só sobreviveu, como ganhou “clones” por aí.

Mas, numa boa, acho que o gosto nem é o que mais importa. O guaraná Jesus é um símbolo. Acho que os maranhenses que enchem comunidades de apoio nas redes sociais vêem a marca como um ícone, uma ligação com sua terra que é motivo de orgulho. Parece-me claro que, numa briga entre um Davi local e um Golias global, a torcida vai sempre estar do lado da zebra.

Parece que há um trato não escrito entre o consumidor e as grandes corporações: “Ok, pode vender seu Big Mac numa boa, mas se mexer com o xis salada do trailer da esquina, o bicho pega”. Esse tipo de produto atende a pelo menos dois públicos: o cara que, apesar de gostar do produto da multinacional, tem carinho pelo regional, e vez ou outra volta a ele para reforçar essa ligação; e aquele consumidor mais xiita, que se recusa a consumir algo que não seja produzido ali na sua terra. E um belo dia, vira atração: Quem vai ao Rio, come biscoito Globo. Quem vai ao Maranhão, toma guaraná Jesus.

Além dessa façanha, construída através das nove décadas de existência, o Jesus conseguiu outra quase tão significativa: “remoçar” a marca sem perder a identificação com o povo. Como? Deixando o consumidor meter o bedelho no processo, claro. A empresa colocou três variações da nova marca no seu site e pediu pro povo votar. Bingo: a nova marca já nasce com grande apoio popular (mais sobre isso aqui). E, de quebra, faturou um premio internacional de excelência em design.

A lata do meio foi a preferida dos consumidores e virou a nova embalagem.

Até aqui não falamos de um detalhe importante: o Guaraná Jesus, hoje, pertence à Coca Cola. E até isso é significativo. Sabemos da abordagem de grandes corporações com concorrentes locais: pega, mata e come. Compra o ponto, troca a bandeira e vida que segue. A não ser quando o consumidor diz: “Opa, peraí: deixa meu xodó em paz”. A empresa ganha a simpatia do povo, ao invés de ser vista como algoz de mais uma marca local, e, no fim do dia, a caixa registradora está cheia – se a grana veio da venda de Coca ou do Jesus, pouco importa.

Anúncios

Tags: ,

3 Respostas to “Guaraná Jesus arrebanha fiéis”

  1. davicury Says:

    Rolou exatamente a mesma coisa com a Inca Cola. Não podendo vencê-la, a Coca-Cola resolveu comprá-la e manter a marca no mercado Peruano.

  2. Fernando Says:

    É não é que esse negócio rolou um post… e sério?

    O próximo será sobre algo da Argentina ou Taiwan!

    \o/

    Sou mais uma lanchonete com um lanche caprichado do que Mac ou Habibs ou algo do gênero. Não, pela terra, mas pelo sabor mesmo.

  3. Thiago Reginato Says:

    Ney e cia

    Parabens pelo blog, esta bem melhor do que antes e o conteudo aprovadissimo! sucesso pra vcs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: