Bigodes fazem a diferença

by

Conhecido por suas aventuras e lutas pela América Latina, o muito-mais-cubano-que-argentino Che Guevara não construiu sua fama duradoura e internacional pela bravura, idéias revolucionárias ou pela liderança nata que fora lapidada ao longo da vida. Não. Che Guevara seria simplesmente Ernesto, um tolo rebelde, se não fosse seu adorno sobre os lábios: o bigode! Ainda que buscasse disfarçar o artifício deixando crescer uma barba meia-boca, Che só se tornou um revolucionário com R maiúsculo graças ao bigode.

O mesmo acontece com outras personalidades históricas que figuram a campanha da agência TBWA de Singapura. Moustaches Make a Difference é uma campanha para angariar receita para o Fundo de Pesquisa de Câncer de Próstata de Singapura e a atenção ao bigode é, antes de mais nada, uma maneira de engajar as pessoas em uma causa exclusivamente masculina, utilizando um símbolo quase que exclusivamente masculino (pô, tem bastante mulher com uns bigodes impressionantes, e nem precisamos ir ao Circo para ver isso).

O bigode é um símbolo máximo de masculinidade, oras! Sem ele o Super Mário seria simplesmente um handyman (como diabos traduzir isso? Handyman é aquele cara faz-tudo que a gente chama quando entupiu a pia do banheiro, deu problema na instalação elétrica de casa ou a parede da sala já está precisando de uma nova camada de tinta), mas com as madeixas faciais, é um herói dos games.


E no caso do lendário Senhor Miyagi? Sem bigode seria apenas um homem velho. Com bigode se torna um velho mestre! O mesmo acontece com Einstein que, sem a espessa camada de pelo facial seria um idoso. O bigode o fez um gênio.
E, falando em gênio e em bigode, não poderíamos esquecer do loucão Salvador Dalí, que por conta daquele design mais slim de bigode foi um artista brilhante. Sem isso não seria nada além de um cara bizarro.

Verdade ou superstição,  algumas personalidades poderiam cultivar os pêlos faciais, não custa nada:

De uma patricinha inconsequente a uma líder mundial: Paris

Ela vai assumir a presidência da República ano que vem e uma ajuda divina Del Bigodón não faria mal

Meu sobrinho é novo ainda, tem um futuro brilhante pela frente, mas esse bigode handlebar seria uma força extra pro moleque

Até o Neyzão, ilustre membro deste blog, ficaria bem com o bigode estilo Paul Sr. Por que não?

Anúncios

Tags: , , , , , , , ,

3 Respostas to “Bigodes fazem a diferença”

  1. neypereira Says:

    Hahahahaha grandissíssimo canalha!
    Pode acrescentar a Frida Kahlo na lista de bigodes talentosos.
    Ah, e “madeixas faciais”?
    Como diria o José Simão, “tucanaram o bigode”!
    Ótimo post.

  2. Margot Says:

    uia…ficou parecido com meu pai.

  3. neypereira Says:

    Verdade, Guga, o vô era outro que tinha um bigodão poderoso!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: