Archive for dezembro \21\UTC 2010

Redes sociais do bem

21 de dezembro de 2010

Que as redes sociais transformaram a internet e seus usuários nos últimos anos, isso ninguém discute. Desde os primórdios do ICQ, faltava algum canal que tratasse com profundidade questões socioambientais. Faltava…

De um dos fundadores do Facebook, Chris Hughes, veio a intenção de concentrar assuntos como combate à pobreza e doenças, reciclagem, humanitarismo, preservação do meio ambiente, energia, educação, guerras, etc., então foi desenvolvida recentemente a rede social JUMO.

Jumo, em uma língua regional africana falada em países da Nigéria ao Congo, quer dizer “juntos em concerto”, e a nova rede social quer exatamente isso: unir pessoas, ativistas, organizações e governos em assuntos relacionados ao desenvolvimento humano e ambiental de todo o planeta, usufruindo-se da internatividade e alcance que a internet proporciona.

(more…)

5 tendências para ficar de olho em 2011

14 de dezembro de 2010

E lá se vai mais um ano na vida de todos nós. 2010 foi um ano rápido, pautado nas interações velozes (e por vezes vazias) e uma procura cada vez maior do mundo pelas redes sociais que, se alguém tinha dúvida sobre seu poder, vieram para ficar (e alterar o mundo como o conhecemos). No fim do ano passado tivemos alguns dos fenômenos previstos aqui (e que acertei 4 de 5), mas novidades surgiram que nem mesmo Nostradamus preveria.

O futuro da comunicação

O futuro da comunicação

Portanto, antes de começar 2011 e olhando para aquilo que vem ocorrendo em 2010, lá vão meus pitacos e dicas para serem acompanhadas de perto, pois, se já não explodiram, provavelmente o farão no ano que está por vir:

(more…)

Abaixo a criatividade!

3 de dezembro de 2010

Estive, nestas duas últimas semanas, envolvido com assuntos profissionais e pessoais, mas pensei muito no blog. Queria ter escrito algo antes, mas as ideias me fugiam e não se concatenavam e, quanto mais eu pensava sobre isso, mais me pareciam distantes, ruins.

E aí, o quê você vê?

E aí, o quê você vê?

Até que, em uma dessas minhas interações sociais (aka cervejinha com amigos), percebi qual era o “problema”: Estava tentando escrever/criar algo do nada. Algo sem lastro, sem uma ideia por trás, sem uma razão prévia de existência. E, assim como em muitas das coisas deste mundo, não funciona.

(more…)