Experimentadores

by

Muito se fala na importância da experiência no processo de aproximação de marcas e consumidores. Mas, além de extraordinária ferramenta de marketing, experiências são produtos cada vez mais prestigiados e requisitados.  Fácil notar isso quando vemos empresas como Viva! Experiências, Jazzside, Peixe Urbano ou Grupon, totalmente focadas – ainda que em níveis diferentes -em venda de experiências.

E experiências podem ser agregadas em praticamente qualquer segmento, ainda que ele pareça ser predominantemente de bens (produtos). Claro que podemos argumentar que produtos proporcionam experiências: um home theater, um vinho, um iPad… Produtos podem, e devem proporciar momentos únicos aos seus compradores, mas isso acontece depois que eles saem da prateleira. Agora, que tal agregar experiência no produto ANTES dele chegar às gôndolas?

A vinícola Crushpad arranjou uma ótima maneira de se posicionar entre tantos bons produtores existentes na Califórnia: lá você faz o seu próprio vinho.

Pela internet ou presencialmente, o cliente escolhe o fornecedor e o tipo de uva, processo de maceração, o tempo e temperatura de fermentação, tempo de envelhecimento, nome do vinho e até design do rótulo da garrafa. Se quiser acompanhar todo o processo pessoalmente, os clientes-produtores podem escolher a vinícola de Napa Valley, Califórnia, ou até mesmo a “filial” européia, na região de Bordeaux, França. Isso tudo por uma bagatela de US$ 8 mil a US$ 10 mil. Devemos, claro, levar em consideração o fato de que, ao final do processo, além de toda a experiência (leva mais de um ano), o cliente ainda leva 225 litros do seu próprio vinho. Vendê-lo ou apreciá-lo com os amigos, é decisão de cada um.

Mas, de novo, a questão não é o produto em si. US$ 8 mil para 225 litros (300 garrafas de 750ml) dá cerca de US$ 27 por garrafa… nada exorbitante. Mas o orgulho de servir um vinho feito por você mesmo não tem preço (sem referências a cartões de crédito)!!

De qualquer maneira, se você não é fanático por vinhos, ou não tem US$ 8 mil para esse tipo de entretenimento, há também a opção de se tornar um mestre cervejeiro. Seguindo o princípio da experiência, a cervejaria australiana Coopers diversifica sua linha de produtos oferecendo não só suas tradicionais cervejas, mas também todo o kit para a fabricação delas. Acho um desafio interessante, e falo por experiência própria!

Com esse kit, qualquer mané vira mestre cervejeiro

Não faz muito tempo, um amigo voltou da Austrália e presenteou este que vos fala (entre outros) com um destes kits da Coopers. Admito que Coopers nunca foi minha primeira escolha de cerveja quando morei na Austrália, mas a proposta de nos dar a oportunidade de experienciar o processo – ainda que infinitamente simplificado – me fez simpatizar muito mais com a marca (e claro, com o manguaça que nos trouxe o kit!!).

O mundo que viveu a revolução industrial em meados do século XIX, me parece que vive agora a “revolução experiencial”. Pessoas estão cada vez mais dispostas a pagar por vivências, momentos e “bagagem”. Afinal de contas, produtos possuem prazo de validade, mas momentos vividos duram para sempre (ou até sua memória se esgotar).

Anúncios

Tags: , , , ,

Uma resposta to “Experimentadores”

  1. Lucro gourmet « Blog da Pimenta Says:

    […] Blog da Pimenta Informação que é refresco para os olhos « Experimentadores […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: