Qual é o papel do pai no consumo de uma família?

by
Olhe essa família acima e procure identificar rapidamente a dinâmica de consumo deles. Quem é o iniciador, quem é o decisor da compra, e quem é o comprador? É evidente que os papéis podem variar para cada categoria de produto, mas, em geral, seria bastante aceitável apontarmos a menina como iniciadora –  ou motivadora da compra –  a mãe como a decisora, e o pai como o comprador, certo? Bem, não necessariamente.

Empresas do ramo de child & baby care, alimentício e cosméticos, em geral, direcionam sua comunicação para as mães, pois sabem – ou acreditam – que elas são as responsáveis pela decisão de qual produto, qual marca e que frequência adquirir. Mas o comportamento do consumidor vem mudando e, de acordo com uma enquete feita pelo Yahoo em parceria com a eMarketer no início deste ano, os pais têm passado mais tempo em casa e, consequentemente, participado mais da vida dos filhos.
A economia, que não vai muito bem das pernas na terra do tio Obama (a enquete foi feita com público americano), seguramente é fato influenciador nesse  aumento da presença paterna dentro de casa, mas, se existe uma tendência de alteração no comportamento de consumo, devemos nos atentar a isso.

A enquete aponta que 66% dos pais se sentem ignorados por campanhas de vestuários, por exemplo, e 61% acreditam que as propagandas de personal care (cosméticos, higiene, etc) não estão se comunicando com eles. As duas categorias nas quais eles se sentem menos ignorados são automóveis e esportes.  Sem surpresa aqui, né?

Então eles só pensam naquilo?

Comportamentos de consumo é dinâmico, é mutável e não é fácil de entender. Pesquisadores como Paco Underhill se dedicam inteiramente a compreender as evoluções dos hábitos que afetam os bolsos – ou caixas – das empresas (ironicamente o livro mais recente de Underhill é exatamente sobre consumo feminino). Acompanhar os desenvolvimentos e transformações dos hábitos é um desafio constante para as corporações. O “metrossexual” mudou o cenário do consumo masculino. E agora, qual é o próximo passo?

O metrossexualismo mudou a cara do consumo do homem. Mas, e o homem como pai?

Artigo completo da enquete aqui.

Anúncios

Tags: , , , , , ,

2 Respostas to “Qual é o papel do pai no consumo de uma família?”

  1. Nancy Says:

    Achei excelente reflexão sobre mkt, psi, sexualidade (eles só pensam naquilo? rs…) economia mundial, realtividade, familiaridade, modernidades, etc.
    Num texto até que curto, uma grande abrangência!
    Realmente pode-se refletir sobre múltiplos aspectos.
    Beijos
    Nancy

  2. Nancy Says:

    corrigindo – relatividade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: