Archive for the ‘Uncategorized’ Category

BRASIL-$IL-$IL

16 de novembro de 2011

Grita, Galvão!!

Pois é, a falta de heróis da pátria de chuteiras nas manhãs de domingo fez Galvão Bueno buscar novos ares, selecionando os mais importantes eventos de cada esporte e deixando o resto para o Cleber Machado e o Galvãozinho. A queda da audiência da Fórmula 1 é justificada pelos maus resultados dos pilotos tupiniquins, no entanto, a essência da mudança de foco da mais famosa voz do esporte é o de sempre: o lucro.

A Globo estipulou em R$ 8.500.000,00 (oito milhões e meio de reais) cada cota para anunciantes, cinco no total, exporem suas marcas na transmissão do UFC. E o risco é grande de lutas terminarem em 1 minuto, como aconteceu no primeiro evento televisionado pela emissora carioca.

(more…)

Invadiram sua praia!

14 de setembro de 2011

É, meu amigo. Trouxeram a farofa, a galinha e o celular tocando funk. Tá todo mundo lá. Além da galera da faculdade, do pessoal que fez intercambio contigo, da gatinha que você conheceu na balada, agora você também esbarra com o filho da empregada, o office boy da empresa.“Virou Brasil”, dizem.Pô… você e mais meia dúzia de amigos chegaram por aqui bem antes. Desbravaram a estrada, e tudo o mais. Por um bom tempo, era um lugar só seu e dos seus amigos mais chegados, pouca gente.Mas de repente baixou por aqui aquela galera lá do litoral sul. Com suas músicas, gírias e brincadeiras. É de lascar.

(more…)

Quem constrói uma marca?

5 de setembro de 2011

Um brinquedo totalmente analógico, de design “duro” e blocado não parece ser receita de sucesso com a criançada hoje em dia. É, talvez foi isso o que a própria Lego pensou no final da década de 90, quando o crescimento dos recursos digitais estava fortemente consolidado.

Mas os dinamarqueses da LEGO souberam se reinventar. Conseguiram evoluir sem perder sua essência, e tiveram que fazer isso ouvindo seus próprios consumidores. Mas nem sempre as corporações sabem ouvir os anseios de seus consumidores, e então elas aprendem na “porrada”.

(more…)

Rir é o melhor remédio

31 de agosto de 2011

Duvido você não rir da imagem abaixo:

Prometo que o post é mais engraçado que isso.

Prometo que o post é mais engraçado que isso.

Passando pelos pôneis malditos (você ainda se lembra qual era a marca da propaganda?), juntando com algumas boas ideias das cervejas (a Skol tem investido fortemente neste segmento de comédia, saindo um pouco do conceito cerveja-mulher-futebol-praia), o humor tem se provado eficaz em relacionar-se com o mundo (assim como eu sei que a imagem acima lhe fez se sentir menos intimidado com este post, por exemplo). Desde sempre, aquilo que é divertido, engraçado, gera muito mais viralização e comentários do que algo mais sóbrio, convencional, exatamente porque tudo aquilo que as pessoas mais procuram é a felicidade. E ultimamente tenho percebido algumas boas ideias que se utilizam desta nossa necessidade humana para promover seus produtos e suas marcas. Portanto, vamos a elas: (more…)

Qual é o papel do pai no consumo de uma família?

23 de agosto de 2011
Olhe essa família acima e procure identificar rapidamente a dinâmica de consumo deles. Quem é o iniciador, quem é o decisor da compra, e quem é o comprador? É evidente que os papéis podem variar para cada categoria de produto, mas, em geral, seria bastante aceitável apontarmos a menina como iniciadora –  ou motivadora da compra –  a mãe como a decisora, e o pai como o comprador, certo? Bem, não necessariamente.
(more…)

Cadê o Google+?

19 de agosto de 2011

Algumas várias semanas já se passaram desde o anúncio do Google+, analistas de todas as partes do mundo já fizeram suas ponderações sobre essa nova rede social, já xingaram, já elogiaram, já associaram ao fim do mundo de 2012, mas…… E aí? Já morreu? Está escondidinho esperando você enviar um e-mail via Gmail para te engolir? Quer te colocar pra fazer roupas por 10 centavos? É a plataforma definitiva da internet para o futuro?

Quem não conhece, não é mesmo?

(more…)

O preço da reputação: aZarada? Não!

17 de agosto de 2011

Qual é o maior patrimônio de uma empresa? Qual é o maior patrimônio de uma pessoa? Sim, é o seu nome, seu sobrenome e a sua reputação são os maiores bens que qualquer pessoa (física ou jurídica) deve preservar.

São anos, décadas ou até séculos construindo uma imagem que reflete seja lá o que for: segurança, qualidade, exclusividade, luxo, preço baixo, eficiência, enfim, a busca infinita pela excelência e diferenciação. E quem pontua, quem dá o crédito, quem recomenda, é aquele que compra, que consome e que usufrui. Assim são mensuradas as marcas, não só pelo faturamento, mas muito a partir da sua reputação e da sua aceitação dentro do mercado consumidor.
(more…)

The lighter side of dark

15 de agosto de 2011

Outdoors – ou billboard, como dizem os gringos –  são peças geralmente chatas, sem graça alguma. Eu particularmente não sinto falta deles em São Paulo e acho que a Lei Cidade Limpa foi muito benéfica pros judiados olhos paulistanos. Mas de vez em quando, em terras longínquas, surgem ótimas ideias que fazem dessa peça algo bem interessante. Os americanos são bons nisso, e esse outdoor feito por uma dupla de artistas Nova-Iorquinos é um excelente exemplo.
(more…)

Eu quero ter um milhão de amigos

2 de agosto de 2011

“Eu quero ter um milhão de amigos”, cantaram Roberto e Erasmo Carlos nos anos 70. Estavam eles prevendo o futuro, a internet e mais precisamente as redes sociais?

Que grande avanço! Ter vários amigos e contatos disponíveis a um clique de distância… É o fim das barreiras, o encurtamento das distâncias. Estamos todos muito mais próximos então, certo? Nem tanto.

Este que vos escreve não é de forma nenhuma contra as redes sociais. Longe disso. Lê diariamente as atualizações, posta com boa frequência no Facebook e está com o MSN conectado praticamente o dia inteiro. (more…)

Google+

29 de junho de 2011


O Google lançou hoje uma nova rede social, o Google+. É uma tentativa de frear o crescimento do Facebook – que já conta com cerca de 750 milhões de usuários – e devolver ao Google aquele destaque no mundo digital que a rede de Mark Zuckerberg vem tomando (e se consolidando) cada vez mais.

Confesso que li pouco sobre essa nova rede e não sei qual é o potencial dela, mas como os projetos do Google sempre vêm com um toque de inovação, acho que vale a pena dar uma investigada.

E você, acha que vai emplacar, ou o Facebook se tornou mesmo insuperável?

O que as marcas podem fazer pelo cinema

13 de junho de 2011

Quem pilota esse skate voador?

Um cara tatuado e barbudão, pinta de bad boy, chega no posto de gasolina. Estaciona a moto e entra na loja de conveniência. Tira os óculos escuros, pede um maço de cigarros e um refrigerante (pra rebater a ressaca). Já fora da loja, pega o isqueiro no bolso da calça jeans. Imaginou a cena? Agora responda: quais as marcas destes produtos mencionados acima? Se tivesse que apostar, cravaria, pela ordem: Harley Davidson, Ray Ban, Marlboro, Coca Cola, Zippo e Levi’s. Porque? Porque é assim que a vida é, meu caro.

(more…)

Campanhas de Social Media imperdíveis

9 de maio de 2011

Por trabalhar com isso, é mais do que natural que eu assista diversos vídeos por dia (o que gera até brincadeiras aqui onde eu trabalho), muito em parte para procurar inspiração para ideias de ações dos clientes que cuido. São campanhas que podem ser simples como uma hashtag, passando por ideias que se utilizem de hotsites e integrações entre as redes sociais, mas todas tem o caráter de serem únicas. Portanto, sem mais delongas, apresento-lhes as que mais chamaram a minha atenção recentemente (mas que não necessariamente são ações recentes):

KLM Surprise

Esta é uma ação que eu gostaria de ter participado (só me faltava a grana para ir viajar!): A empresa holandesa KLM se utilizou de redes sociais (mais especificamente o Foursquare e o Twitter), para identificar passageiros que aguardavam seus vôos, entender a cabeça destas pessoas e entregar, antes da viagem, um presente personalizado. Um grande exemplo.

(more…)

Uma idéia genial ou um grande mico?

26 de abril de 2011

Desde a explosão do uso da internet e principalmente do aumento exponencial do uso das redes sociais o marketing viral tem se mostrado uma ferramenta extremamente eficaz de divulgação de marcas e produtos.

Vimos diversos cases de sucesso nos últimos anos. Anúncios muitas vezes simples e com custo irrelevante que conseguiram atingir uma audiência praticamente impensada, em um espaço de tempo muito curto.

Algo que com o “Marketing boca a boca” tradicional seria muito mais caro… e com certeza muito mais demorado.

(more…)

Produtos que chamamos pela marca e não pelo nome

15 de abril de 2011

Pense no teu dia a dia: Quais utensílios e produtos você usa durante as 24 horas? E desses produtos, quantos deles vocês chamam pela marca, nem se lembra do nome “oficial” daquilo, de tão inserido que está em nossa cultura? Abaixo, alguns produtos que eu (e meu amigo @AWandenkolken) consegui lembrar:

1 – Bom bril

Esponja de aço

(more…)

Meu amigo, ele diz que….

12 de abril de 2011

Quantas vezes você já ouviu frases como essa do título?  Não me refiro ao conteúdo, mas sim à construção dela. Não sou professor de português e, admito, vira e mexe me atrapalho com o uso a crase!  Mas é cada vez mais comum vermos vícios de linguagem deixando de ser privilégio de adolescentes para alcançar jornalistas, professores e tantos outros que, teoricamente, deveriam demonstrar maior domínio do idioma.

(more…)