Posts Tagged ‘Telefonia’

Verizon X AT&T – a batalha continua

19 de novembro de 2009

O Gabriel já tinha comentado aqui em dois posts sobre a “briga” pública entre Verizon e AT&T. Depois de algumas porradas na cabeça, parece que a gigante AT&T resolveu bater de volta. Veja o vídeo (em inglês).

Anúncios

Verizon X AT&T, round 2

17 de novembro de 2009

E a briga continua…. Depois do primeiro comercial da Verizon explicitando a diferença de cobertura 3G entre as empresas, mais 3 comerciais foram ao ar, um relacionado aos brinquedos que não são mais presentes de natal…. E lá estava o iPhone, com o mapa da AT&T.

Uma ação para proibir a veiculação dos comerciais foi peticionada e ontem, de forma direta, a Verizon respondeu. O texto já começa sem rodeios e diz:

“AT&T did not file this lawsuit because Verizon’s “There’s A Map For That” advertisements are untrue; AT&T sued because Verizon’s ads are true and the truth hurts.AT&T did not file this lawsuit because Verizon’s “There’s A Map For That” advertisements are untrue; AT&T sued because Verizon’s ads are true and the truth hurts.”

O texto segue dizendo que a própria AT&T concorda com a precisão das informações, mas tem receio a má publicidade que isto está gerando, pois a cobertura da AT&T, 3G e EDGE, é praticamente 100% do território americano, o que pode, com a visão do mapa, gerar erro de informação ao consumidor. A discussão ainda vai continuar, mas aparentemente a Verizon está preparada para rebater quaisquer ataques que sejam feitos. Eles inclusive, de forma BEM sutil, colocam a Apple na jogada, novamente (por conta do contrato de exclusividade de vendas do iPhone apenas pela AT&T):

“In the final analysis, AT&T seeks emergency relief because Verizon’s side-by-side, apples-to-apples comparison of its own 3G coverage with AT&T’s confirms what the marketplace has been saying for months: AT&T failed to invest adequately in the necessary infrastructure to expand its 3G coverage to support its growth in smartphone business, and the usefulness of its service to smartphone users has suffered accordingly.”

O comercial da discórdia? Este aqui:

iPhone se torna o aparelho celular mais lucrativo de todos

11 de novembro de 2009

E a Apple continua ganhando terreno com seu celular multiuso.

Como se não bastassem os lucros com os aplicativos da iTunes Store (lembrando que a Apple ganha “apenas” 30% sobre o preço de cada aplicativo), um estudo de mercado feito pela empresa Strategic Analytics mostrou que a empresa de Cupertino conseguiu um lucro de US$1,6 bilhão contra US$1,1 bilhão da empresa finlandesa Nokia.

Estes números se tornam ainda mais impressionantes se considerarmos que a Nokia é a empresa líder de mercado no seguimento de celulares, com pouco mais de 36% do mercado total. E, para deixar os números ainda mais expressivos, vale lembrar que a Apple não dedica sua expertise em celulares e tem um marketshare de 2,5%.

Para as empresas que estão pensando em expandir seus negócios, apostar em aplicativos para o iPhone mostra ser uma excelente opção. Empresas estrangeiras já tem divisões específicas para isso. O Brasil ainda engatinha. Fiquem de olho!

Verizon X AT&T

6 de novembro de 2009

A guerra das operadoras de celulares, nos Estados Unidos, restringe-se a apenas 2 nomes: Verizon e AT&T. A primeira perdeu muito espaço por conta do contrato de exclusividade da segunda com a Apple e seu iPhone.

Mesmo assim, a Verizon conseguiu, em um comercial Apple-like (musiquinha leve, mensagem simples e direta), fazer com que a AT&T se enervasse e, apesar de ser comum a menção do competidor em comerciais, pedir uma restrição e banimento do comercial.

Enquanto a coisa não se decide, aí vai o comercial:

Adorei a sacada com o logo da Apple “There’s an app for that”.