Archive for abril \30\UTC 2010

Logos ganham vida

30 de abril de 2010

O que foi? Você achou que ele morava numa camisa pólo?

Logos servem para identificar e comunicar algo relacionado a uma marca. Logo que vemos uma maçã mordida, já sabemos que se trata da moderna e arrojada Apple; quando surge na sua frente uma estrela de três pontas, é bem possível que você já visualize algo relacionado à alemã Mercedez-Bens. E um jacarézinho, te faz lembrar da La Coste?

Ignorando o lado mercadológico e dando ênfase ao quesito “artístico”, um grupo de russos resolveu dar vida a alguns logos e imaginar como eles seriam “na vida real”. Alguns ficaram bem interessantes, outros nem tanto, mas vale a pena conferir.

(more…)

Anúncios

O fim da Torre de Babel

28 de abril de 2010

Primeiramente: Não estou mencionando o último capítulo da antiga novela! A Torre de Babel “oficial”, para os que talvez não a conheçam, era uma gigantesca estrutura bíblica, situada na Babilônia, conhecida por abrigar, em seu interior, uma população de diversas culturas e linguagens e que, por conta disso, gerava problemas de comunicação. Porém, a Google parece querer acabar com tal “fenômeno bíblico”!

(more…)

Johnny Depp – posicionamento de carreira

23 de abril de 2010

Depp na pele do Chapeleiro Maluco, em Alice no País das Maravilhas

Os filmes que ele faz são sucesso de bilheteria, ele recebe cachês milionários, as mulheres morrem por ele, ele é referência em moda e estilo, mas nem tudo isso faz Johnny Depp ser unanimidade entre os críticos de cinema. Muito pelo contrário, alguns o consideram um ator limitado.

Depp já atuou em aproximadamente 50 filmes, o que é coisa pacas pra idade dele, 46 anos. É mais ou menos um filme por ano de vida, sendo que a estréia foi em 1984 –  no clássico “A Hora do Pesadelo”, do monstrengo Freddy Krugger – quando ele “já” tinha 20 anos.

(more…)

3D – Diversão, Diferenciação e Dinheiro

16 de abril de 2010

A moda 3D está, aparentemente, começando a pegar! Depois da popularização de tal através do belíssimo filme de James Cameron, totalmente filmado com a tecnologia 3D (algumas animações já fazem uso de tal tecnologia, mas em menor escala/gastos), o mercado começa, aos poucos, a se adaptar para trazer aos consumidores tal experiência, na sala de sua casa.

Pegue seu óculos, esta imagem é 3D!

Pegue seu óculos, esta imagem é 3D!

Estive ontem em uma loja em um shopping aqui em Toronto e encontrei 2 televisões já incorporando tal tecnologia. O equipamento consiste na televisão (obviamente) e em um óculos específico para a visualização. A Copa do Mundo na África será filmada e transmitida em 3D, através de alguns canais e jogos de videogame já estão sendo aos poucos adaptados para terem o feel tridimensional (havia um jogo sendo demonstrado na mesma loja). Mas qual o grande apelo aqui?

Estamos hoje em uma era de sensações. Assistir a um filme, seja ele no cinema ou em casa, envolve toda uma experiência e muitos transformam tal em um evento social (além do manjado “cineminha à dois”). As empresas sabem disso e estão sempre tentando promover novas alternativas para satisfazer todos, através de evoluções (Cassete para CD, CD para DVD, DVD para Blu-Ray…) e, ao que tudo indica, o próximo passo lógico é a tridimensionalidade. Será?

(more…)

O restaurante mais honesto do mundo

14 de abril de 2010

Eles podem e vão te matar, mas são deliciosos - promete a lanchonete

“O sabor pelo qual vale a pena morrer” (tradução livre).

Esta é a chamada do restaurante Heart Attack Grill, uma ousada hamburgueria do Arizona que, segundo o proprietário, oferece sanduíches extremamente calóricos que podem te matar… mas valem a pena!

(more…)

Metendo a boca no apito

6 de abril de 2010

Hoje, durante a costumeira sapeada pelos portais, desviando de artigos sobre a páscoa das celebridades, corrida eleitoral e outras baixarias, me chamou a atenção um artigo sobre mais uma das barbaridades americanas no Iraque. O vídeo desmente de forma contundente a versão oficial sobre o assassinato de jornalistas desarmados por um ataque aéreo dos EUA. Deve dar o que falar.

Além da força das imagens (17 minutos de uma crueza aterradora, onde soldados pedem e recebem autorização para atirar em civis, e comemoram o resultado da ação – “Look at those dead bastards…Nice!”), me chamou atenção a plataforma utilizada para a divulgação do vídeo: o (até então por mim desconhecido) WikiLeaks.

(more…)