Archive for agosto \31\UTC 2011

Rir é o melhor remédio

31 de agosto de 2011

Duvido você não rir da imagem abaixo:

Prometo que o post é mais engraçado que isso.

Prometo que o post é mais engraçado que isso.

Passando pelos pôneis malditos (você ainda se lembra qual era a marca da propaganda?), juntando com algumas boas ideias das cervejas (a Skol tem investido fortemente neste segmento de comédia, saindo um pouco do conceito cerveja-mulher-futebol-praia), o humor tem se provado eficaz em relacionar-se com o mundo (assim como eu sei que a imagem acima lhe fez se sentir menos intimidado com este post, por exemplo). Desde sempre, aquilo que é divertido, engraçado, gera muito mais viralização e comentários do que algo mais sóbrio, convencional, exatamente porque tudo aquilo que as pessoas mais procuram é a felicidade. E ultimamente tenho percebido algumas boas ideias que se utilizam desta nossa necessidade humana para promover seus produtos e suas marcas. Portanto, vamos a elas: (more…)

Anúncios

Qual é o papel do pai no consumo de uma família?

23 de agosto de 2011
Olhe essa família acima e procure identificar rapidamente a dinâmica de consumo deles. Quem é o iniciador, quem é o decisor da compra, e quem é o comprador? É evidente que os papéis podem variar para cada categoria de produto, mas, em geral, seria bastante aceitável apontarmos a menina como iniciadora –  ou motivadora da compra –  a mãe como a decisora, e o pai como o comprador, certo? Bem, não necessariamente.
(more…)

Cadê o Google+?

19 de agosto de 2011

Algumas várias semanas já se passaram desde o anúncio do Google+, analistas de todas as partes do mundo já fizeram suas ponderações sobre essa nova rede social, já xingaram, já elogiaram, já associaram ao fim do mundo de 2012, mas…… E aí? Já morreu? Está escondidinho esperando você enviar um e-mail via Gmail para te engolir? Quer te colocar pra fazer roupas por 10 centavos? É a plataforma definitiva da internet para o futuro?

Quem não conhece, não é mesmo?

(more…)

O preço da reputação: aZarada? Não!

17 de agosto de 2011

Qual é o maior patrimônio de uma empresa? Qual é o maior patrimônio de uma pessoa? Sim, é o seu nome, seu sobrenome e a sua reputação são os maiores bens que qualquer pessoa (física ou jurídica) deve preservar.

São anos, décadas ou até séculos construindo uma imagem que reflete seja lá o que for: segurança, qualidade, exclusividade, luxo, preço baixo, eficiência, enfim, a busca infinita pela excelência e diferenciação. E quem pontua, quem dá o crédito, quem recomenda, é aquele que compra, que consome e que usufrui. Assim são mensuradas as marcas, não só pelo faturamento, mas muito a partir da sua reputação e da sua aceitação dentro do mercado consumidor.
(more…)

The lighter side of dark

15 de agosto de 2011

Outdoors – ou billboard, como dizem os gringos –  são peças geralmente chatas, sem graça alguma. Eu particularmente não sinto falta deles em São Paulo e acho que a Lei Cidade Limpa foi muito benéfica pros judiados olhos paulistanos. Mas de vez em quando, em terras longínquas, surgem ótimas ideias que fazem dessa peça algo bem interessante. Os americanos são bons nisso, e esse outdoor feito por uma dupla de artistas Nova-Iorquinos é um excelente exemplo.
(more…)

Eu quero ter um milhão de amigos

2 de agosto de 2011

“Eu quero ter um milhão de amigos”, cantaram Roberto e Erasmo Carlos nos anos 70. Estavam eles prevendo o futuro, a internet e mais precisamente as redes sociais?

Que grande avanço! Ter vários amigos e contatos disponíveis a um clique de distância… É o fim das barreiras, o encurtamento das distâncias. Estamos todos muito mais próximos então, certo? Nem tanto.

Este que vos escreve não é de forma nenhuma contra as redes sociais. Longe disso. Lê diariamente as atualizações, posta com boa frequência no Facebook e está com o MSN conectado praticamente o dia inteiro. (more…)